Páginas

segunda-feira, 3 de junho de 2013

POEMA—UM BRINDE AO MAR..


(aos amigos Leandro Luz e Sebastião Figueiredo) *Numa noite de luar,* *Três amigos a contemplar,* *E somente a escutar,* *O som vindo do mar.* *Uma imensidão sem fim,* *E os três ali,* *Hipnotizados com a dança do mar,* *Com suas ondas a bailar.* *Nesse momento então,* *Surge a inspiração,* *Para escrever um verso,um refrão,* *E com suas folhas de papel em branco nas mãos,* *Nasce os mas belos poemas que escreveram até então.* *Vento no rosto,brisa do mar,* Noite de estrelas,noite de luar,* *E a música do mar,ali a tocar,* *E um poema nasce a luz do luar.* *Um copo de vinho para acompanhar,* *A esse momento vamos brindar,* *A essa amizade que veio se formar,* *Ao som da música vinda do mar...*